Como regularizar uma indústria? Entenda os passos! - FAS group Contabilidade Consultiva

"Potencializando seu sucesso com planejamento e eficiência."

Como regularizar uma indústria? Entenda os passos! - FAS group Contabilidade Consultiva

Passos para regularizar uma indústria no país

 

Se você é empresário e decidiu abrir uma indústria, é preciso saber que ela exige uma série de documentos para funcionar de forma legalizada. Basicamente, o processo para a abertura é bem parecido com os das demais empresas, embora existam algumas exigências a mais. Vamos entender melhor:

 

1º Passo - Entenda o seu segmento

 

O primeiro passo para regularizar uma indústria é saber qual segmento ela pertence. Isso é importante para definir as primeiras inscrições e até mesmo o enquadramento ideal. Converse com o seu contador com calma e fale sobre o seu negócio para que ele possa te orientar da melhor maneira possível.

 

2º Passo - Abra sua empresa

 

Antes de mais nada, é preciso abrir a empresa. Ou seja, será necessário ter o Contrato Social, colher os documentos de todos os sócios e solicitar junto com os órgãos responsáveis a abertura a empresa.

Fale com o seu contador para determinar o melhor enquadramento e o tipo de empresa que irá abrir. Em geral, o procedimento é bem rápido e fácil, exigindo apenas alguns dias da Contabilidade, dependendo do fluxo de clientes que ela tem para atender.

 

3º Passo - Faça a inscrição estadual

 

A indústria está obrigada a fazer a chamada Inscrição Estadual, emitida pela Secretária da Fazenda de cada estado. Para isso, é preciso ir até a Prefeitura da sua cidade e se informar dos procedimentos.

Lembrando que o empresário que tiver uma contabilidade de confiança não precisará se preocupar com esses passos, já que o próprio contador poderá fazer todos os trâmites legais - levando apenas os documentos para assinar, por exemplo.

Outro ponto importante para saber é que, nesse caso, o auxílio do contador é obrigatório. Só ele poderá fazer sua inscrição -  geralmente pela internet, com senha de acesso intransferível.

Os documentos para a inscrição estadual são, em geral:

 

  • DUC (Documento Único de Cadastro), em três vias;
  • DCC (Documento Complementar de Cadastro), em 1 via;
  • Comprovante de endereços dos sócios, cópia autenticada ou original;
  • Cópia autenticada do documento que prove direito de uso do imóvel, como por exemplo o contrato de locação do imóvel ou escritura pública do imóvel;
  • Número do cadastro fiscal do contador;
  • Comprovante de contribuinte do ISS, para as prestadoras de serviços;
  • Certidão simplificada da Junta (para empresas constituídas há mais de três meses);
  • Cópia do ato constitutivo;
  • Cópia do CNPJ;
  • Cópia do alvará de funcionamento;
  • RG e CPF dos sócios.

 

Fonte: Sebrae.

 

4º Passo - Obtenha o Alvará de Funcionamento

 

Assim como qualquer outra empresa, para que uma indústria funcione em determinado local, é necessário ter o seu alvará de funcionamento, emitido geralmente pela Prefeitura local.

Serão necessários os seguintes documentos:

 

  • Formulário próprio da prefeitura;
  • Endereço aprovado pela prefeitura;
  • Cópia do CNPJ;
  • Cópia do Contrato Social;
  • Laudo dos órgãos de vistoria, se for pedido.

 

5º Passo - Funcionamento das Notas Fiscais

 

Para que sua indústria funcione de fato, é preciso que suas notas fiscais estejam funcionando antes do primeiro dia de atividade. Basicamente, será necessário ir até Secretaria de Estado da Fazenda para pedir autorização dessa emissão.

O novo sistema é eletrônico e exige também a instalação de softwares nas máquinas e um certificado digital. Mais uma vez, se você tiver dúvidas, fale com o contador para que ele possa te auxiliar nesse processo.

Lembre-se de que é fundamental emitir notas fiscais a cada compra e venda - e a sonegação pode gerar inúmeros problemas, já que é considerada crime. Evite qualquer transtorno e fique em dia com os fiscos antes mesmo de abrir as portas.

 

Conclusões

 

O processo para regularizar uma indústria no Brasil pode ser simples, desde que o empresário se preocupe em contratar uma contabilidade de confiança - e que o acompanhe durante toda a trajetória da empresa.

Em linhas gerais, é impossível fazer qualquer coisa sem a autorização de um contador, especialmente quando falamos de indústrias, que são empresas de maior porte e que possuem uma série de obrigações legais para funcionar corretamente.

Se você está em dúvida sobre quanto custará todo esse processo e se ele será muito demorado, fale com um representante da FasGroup, uma contabilidade especializada em indústrias e empresas de grande porte. Vamos compreender suas necessidades e agilizar o processo para que a sua indústrias esteja funcionando o mais breve possível.

 

Gostou das dicas que separamos no texto de hoje? Compartilhe nas redes sociais com seus amigos e familiares! E não deixe de visitar nosso blog semanalmente para mais informações sobre Contabilidade e negócios.

 

 

QUER SABER MAIS NOTÍCIAS?

A FAS group envia periodicamente newsletters e informativos com notícias do mundo financeiro, contábil e empresarial.

© 2019 - Desenvolvido por TBr Web