Quais são os custos ao contratar um contador? Entenda melhor! / FAS group Contabilidade Consultiva

"Potencializando seu sucesso com planejamento e eficiência."

Quais são os custos ao contratar um contador? Entenda melhor! / FAS group Contabilidade Consultiva

Quando eu devo contratar um contador?

 

Antes de mais nada, o empresário deve ter consciência de quando deve contratar um contador. De forma geral, todo novo negócio vai precisar de assistência contábil, mesmo no caso de Microempreendedores Individuais, o MEI.

No último caso, porém, o MEI não é obrigado por lei a ter seus balanços assinados por uma contabilidade, embora ainda assim seja interessante contar com esse tipo e ajuda profissional por diversos motivos.

Mas os demais empreendedores, desde o pequeno empresário até o de grande porte, precisarão contratar um contador o quanto antes - geralmente, nos primeiros passos antes de abrir a empresa. Esse profissional fará, entre outras coisas:

 

  • Abertura da empresa: O contador irá trabalhar em todo o processo de abertura de empresa, ou seja, na definição do enquadramento empresarial e nos documentos e declarações necessárias para conseguir abrir o CNPJ.

 

  • Regime tributário: Também será o contador o responsável por definir o Regime Tributário de uma empresa, se ela será enquadrada no Simples Nacional, no Lucro Presumido, etc. Essa decisão vai pesar em muitos sentidos, inclusive no quanto você irá pagar de tributos todos os meses. Por exemplo: quem tem funcionários pode não se beneficiar do regime tributário focado no Simples Nacional.

 

Os custos de contratar um contador

 

Os custos para contratar um contador dependem de inúmeros fatores. Porém, a média mensal em cidades pequenas costuma variar entre R$500,00 e R$1500,00 reais.

Esses são valores muito genéricos e é importante que você procure uma contabilidade para ter mais noção do quanto irá pagar. Alguns fatores que interferem:

 

1- Pagamento mensal ou avulso

 

Se você optar por pagar seu contador de maneira avulsa, apenas por serviços prestados, pode ser que, no fim das contas, os custos sejam maiores do que se fechar um contrato mensal fixo, onde a contabilidade terá uma série de ações que estará na lista de obrigações para ajudar a manter sua empresa funcionando.

A nossa dica é que você marque uma reunião com a contabilidade e negocie um contrato de longo prazo com ela. Assim, será possível ter maior controle dos gastos e você ainda poderá contar com ajuda para as questões legais - sem que seja preciso pagar por cada nova intervenção do contador.

 

2- Contabilidade digital ou tradicional

 

Outro ponto que faz com que a contabilidade seja mais ou menos acessível é se ela está atuando como digital ou ainda como tradicional. Embora muitas pessoas tenham medo de migrar para o digital, esse é o modelo de contabilidade que está se tornando mais vantajoso e muito mais eficiente. Afinal, alguns processos são dispensados, como:

 

  • Necessidade de pagar motoboy para realizar entregas de malotes para os clientes, correndo o risco de perder documentos importantes no caminho.
  • Gastos com impressão de documentos.
  • Demora para encontrar certidões ou documentos que podem ser agilizadas com a ajuda da contabilidade digital.

 

Entre outros serviços, a contabilidade digital é também muito segura, já que as ferramentas utilizadas são criptografadas e o contador também mantém os documentos originais guardados normalmente. É uma forma de agilizar o processo, garantir mais economia e ainda continuar com a mesma segurança de sempre.

Por isso, se você está preocupado com o seu orçamento, pode ser interessante contratar um contador online, que preste serviços digitais. Mas atenção: sempre procure um profissional qualificado na área e jamais dê os seus dados sem antes marcar uma reunião presencial.

 

Sou MEI, preciso gastar com Contador?

 

Essa é uma pergunta muito comum, afinal, o número de MEIs no país cresce dia após dia e temos uma dificuldade de encontrar comunicação assertiva nesse sentido.

Se você é MEI e não tem um contador, é muito importante que comece a se preocupar com isso o quanto antes para evitar problemas. Alguns pontos que valem ser ressaltados:

 

  • O MEI pode se desenquadrar se faturar mais do que o limite da categoria. Até aí, parece simples o cálculo, mas muitos empreendedores acreditam que basta se desenquadrar quando isso acontecer. A realidade é diferente: se você for pego faturando mais que o permitido, será desenquadrado automaticamente e terá que pagar por todo o ano anterior como se fosse uma empresa comum.

 

  • Além do problema do desenquadramento, o MEI também pode não saber bem como fazer seu IR e nem mesmo suas declarações anuais. Com a ajuda do contador, ele conseguirá manter tudo isso devidamente atualizado.

 

  • Por fim, ter um contador ajudará o MEI a se organizar para conseguir crescer. E ao crescer, automaticamente será necessário contratar uma contabilidade. Por isso, mesmo que não seja obrigatório ter a assinatura de um contador, isso é extremamente recomendado.

 

Conclusões

 

Os custos ao contratar um contador são impossíveis de prever, mas você sempre pode encontrar contabilidades que cobrem um valor mais acessível ou que tenham planos mensais. Nos procure e vamos conversar melhor sobre o assunto!

 

Gostou das dicas de hoje? Compartilhe nas redes sociais com seus amigos e familiares!

QUER SABER MAIS NOTÍCIAS?

A FAS group envia periodicamente newsletters e informativos com notícias do mundo financeiro, contábil e empresarial.

© 2019 - Desenvolvido por TBr Web